Caros(as) leitores(as), Estamos vivendo tempos que trazem uma perceptível sensação de desorientação ou falta de clareza em tudo aquilo que antes dava sentido à vida. As mudanças são tão rápidas que parece que falta tempo suficiente para refletirmos e entendermos este mundo. Tomemos como exemplo a comunicação. Antes, a televisão, o rádio e a mídia impressa (como nossa revista) eram os meios mais consumidos. Com o advento da internet, tudo isso mudou. As novas gerações não mais assistem à TV, não ouvem rádio e não leem mais impressos. Em vez disso, assistem a vídeos de pessoas comuns, conhecidas como influencers, e consomem serviços de streaming. Também ouvem listas de músicas pré-selecionadas e leem manchetes de sites. Tudo isso utilizando a tecnologia. No entanto, ao mesmo tempo que democratizou o acesso e a forma de lidar com a comunicação, a internet criou uma geração que vive na superfície, muitas vezes em uma espécie de bolha, em que vira as costas ao mundo real e fica imersa em um universo todo particular.


Então, será que os meios de comunicação considerados “antigos” estão condenados a desaparecer, diante dessa realidade? Apesar desse cenário atual, há um público que não se contenta somente com manchetes rasas e conteúdo superficial, estando sempre interessado em buscar e aprofundar as informações. Quem ainda se senta e abre um jornal ou uma revista está à procura de algo mais. É para pessoas assim que os meios de outrora devem se voltar. E O Mensageiro de Santo Antônio quer ser esse diferencial. Nosso objetivo é oferecer aos(às) leitores(as) cada vez mais e melhores formações e informações. Também queremos que os temas pertinentes da Igreja e da fé sejam sempre instigantes, com espírito crítico e bem elaborados, convidando a todos(as) a uma reflexão oportuna. Por isso, assumimos o compromisso de fazer de nossa amada revista um subsídio a ser aguardado com grande expectativa a cada mês, como um conteúdo de formação e informação que ajude as pessoas a verem e a perceberem o mundo como ele é. Tudo isso inspirado na mesma busca intensa de Santo Antônio de Lisboa e Pádua pela Verdade, naqueles tempos tão difíceis e desafiadores, que, como o nosso, exigem comprometimento com os fatos e a Verdade (ontem e hoje tão descaracterizados pelas manipulações e pelas fake news, disseminadas principalmente por esses meios atuais).

A partir dos próximos meses, o MSA contará com novos colaboradores e novas colunas. Também teremos uma edição digital com temas exclusivos, disponíveis para os(as) assinantes da revista impressa. Com isso, todos(as) terão muito mais conteúdo à sua disposição e a possibilidade de imersão nessa linguagem digital, hoje uma realidade sem volta e que oferece também infinitas possibilidades de aquisição de informações.
Esta edição traz ainda o conteúdo pensado pela direção anterior. Os novos colaboradores e as novas seções serão apresentados ao longo das próximas edições. À antiga direção, nosso agradecimento pelo trabalho realizado. E a vocês, leitores(as), que esses novos tempos sejam uma experiência agradável, com bastante reflexão e informação.
Que Santo Antônio continue a nos inspirar nessa intensa busca pela Verdade, Jesus de Nazaré!

Boa leitura a todos(as)!
Paz e bem!

Escrito por Frei Wilmar Villalba Ortiz, OFMConv

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.